Bem-vindos a poesia...

Poemas urbanos que emergem a partir de situações limites do cotidiano das Megacidades. Uma forma digna de apresentar uma visão, através da poesia de Sérgio Gerônimo e Mozart Carvalho, principalmente, do cenário carioca contemporâneo.



URBANOSEMCAUSA















Corujão da Barra

Loading...

12/27/2012

Guarani-Kaiowá.

o conflito anunciado.
a desmoralização marcada.
o desconhecimento do povo brasileiro sobre a sua própria gente.
que gente?
estamos envolvidos com os nossos umbigos.
protegidos, adormecidos em nossas ocas urbanas.
em ocas motorizadas, últimos modelos nas concessionárias
com o ipi zero. dentro de nossas ocashopping consumindo.
consumindo. consumindo, e consumido
sempre em nossas vidas.
contudo devastando, derrubando, matando o guarani-kaiowá.
eta!
essa terra tinha palmeiras,
onde ainda canta sabiás.
sabias?
...
hoje vivo aqui,
e o silêncio
matando índio de lá.